PROGRAMA LATC DE ATUALIZAÇÃO TÉCNICA PARA PROFISSIONAIS DO AUDIOVISUAL

DEZ PALESTRAS GRATUITAS - INSCREVA-SE AGORA!

1 a 12 de Fevereiro - 19h às 21h

Realizado em parceria com o STIC-Sindicato Interestadual dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual e a ABC Cursos de Cinema, o Programa LATC de Atualização Técnica para Profissionais do Audiovisual é uma série de 10 masterclasses online e gratuitas sobre as principais etapas da cadeia produtiva audiovisual e ministradas por profissionais renomados da nossa indústria
O Programa é voltado para profissionais das áreas técnicas do mercado audiovisual que desejam aperfeiçoar seus conhecimentos e receber informações valiosas para atuarem neste setor cada vez mais competitivo e exigente. 
 
As vagas são limitadas e será feita uma seleção prévia por meio da avaliação dos perfis profissionais e das informações da ficha de inscrição. A comissão de seleção também promoverá a diversidade e a inclusão, de forma a ampliar oportunidades e trazer profissionais que estejam buscando aprimorar seus conhecimentos técnicos. 
 
Será fornecido um Certificado de Participação a quem comparecer a pelo menos 8 masterclasses.
 
Inscrições: até 23:59 do dia 22 de janeiro
Resultado da seleção: a confirmação da participação será feita por e-mail até o dia 27 de janeiro
Dúvidas: entre em contato com Tiago Elídio, Gerente de Projetos do LATC: tiago.latc@gmail.com

A importância da Capacitação Técnica e da Segurança em tempos de Covid-19

com Steve Solot (LATC), Luiz Antonio Gerace – Chacra (STIC), Leo Edde (SICAV), Affonso Beato (ABCCC)

Abertura – 01.fevereiro.2021, segunda-feira 19h

Palestra de abertura, com a apresentação do Programa e os seguintes tópicos: a importância da capacitação técnica no ecossistema audiovisual; sindicalização trabalhista e patronal; a importância da segurança nos sets de filmagem e a apresentação da Fase 3 do Protocolo do STIC/SICAV de Segurança ao Covid-19.

Steve Solot - LATC
Luiz Antonio Gerace - STIC
Leo Edde - SICAV
Roberto Faissal, ABC
rubens_shinkai

Assistência de Direção:
construindo passo a passo o sucesso na realização de um filme

02.fevereiro.2021, terça-feira 19h

Palestrante:  Rubens Shinkai

Conceito e importância do planejamento na produção audiovisual e o papel do Assistente de Direção, suas habilidades e ferramentas, na elaboração e execução deste planejamento para o sucesso da produção.

Rubens Shinkai é um profissional com 30 anos de experiência no mercado da indústria brasileira do audiovisual, onde atua como Diretor Cinematográfico, 1º Assistente de Direção Cinematográfica e Roteirista. Seu currículo inclui filmes de longa-metragem, séries para tv, campanhas eleitorais, comerciais de tv, documentários, vídeos institucionais, videoclipes e programas para a tv. É especialista na aplicação do programa “Movie Magic Scheduling” para o Planejamento de obras de ficção. Atua também como consultor “script doctor” para desenvolvimento de roteiros em projetos de longas e séries.Shinkai ainda se dedica, desde 2004, a promover e ministrar palestras, cursos e oficinas de cinema e audiovisual em várias capitais brasileiras. Em 2014 fundou, em Salvador, a Escola Baiana de Cinema e Televisão – EBACINE, iniciativa que contribuiu para a capacitação, qualificação e inserção de mão de obra profissional para atuar no mercado audiovisual dentro e fora do Brasil.

emily_pirmez

A Arte da Direção de Arte

03.fevereiro.2021, quarta-feira 19h

Palestrante:  Emily Pirmez

O processo de criação do conceito de Direção de Arte para os projetos audiovisuais e a interrelação com outras áreas que funcionam sob seu guarda-chuva, como Figurino, Maquiagem, Cenografia e Contrarregra.

Emily Pirmez é artista plástica, cenógrafa e diretora de arte. Atuou no teatro como cenógrafa e também com pintura de arte e adereços. Desde 2011 faz parte do ponto de cultura Palco Escola do Armazém Cultural das Artes. Desde 2011 faz parte do ponto de cultura Palco Escola do Armazém Cultural das Artes.  Trabalhou em documentários como o Rio de Janeiro de Ho Chi Minh, Porto da Pequena África, Últimas Conversas, Missão 115, nas séries Baile de Máscaras, Bandidos na TV e participou de filmes como Vendo ou Alugo, Flores Raras, Tainá a Origem, 180 Graus, Mauá o Imperador e o Rei, Memórias do Cárcere, entre outros.

maracecilia

A importância da Continuidade e os desafios digitais no set de filmagem

04.fevereiro, quinta-feira 19h

Palestrante:  Mara Cecília Maciel

A importância do trabalho do continuista, a rotina de planejamento e execução da função e os desafios impostos por fluxos que não restringem os dados e informações gerados apenas ao set, levando o trabalho de continuidade até a etapa de efeitos visuais.

Mara Cecília é Mestre em Ciência da Informação e graduada em Jornalismo,  é profissional da área audiovisual desde 1984, trabalhando em produções para cinema e TVs. Trabalhou em documentários e filmes de ficção de curta, média e longa-metragem, em seriados e novelas para TV Globo, TV Manchete e Bandeirantes. Entre os projetos que participou estão: Tanga, Deu no New York Times, do Henfil; Prisoner of Rio, de Lech Majewski; Pure Juice de Stefano Rolla; A Grande Família – O filme, de Maurício Farias; Quase Memória , de Ruy Guerra, Minha Vida em Marte e Minha Mãe é Uma Peça 3 , ambos de Susana Garcia. Na TV Globo, trabalhou em Linha Direta, Carga Pesada, Um Só Coração, A Grande Família, Aline e Tapas e Beijos. Para players, em A Divisão (GloboPlay),  Impuros (Fox Prêmio). Pai em Dobro (Netflix). Atualmente é continuísta para a série “Desjuntados”, para Amazon, em filmagens no Uruguai.
Matheus

O papel do TID/GMA: os desafios da imagem digital, do Set à Pós-Produção

05.fevereiro.2021, sexta-feira 19h

Palestrante:  Matheus Cury

Quem são os profissionais responsáveis pela primeira visualização do material captado no set, a diferença entre as funções, infra-estrutura e o processo de gerenciamento necessário para entregar um material seguro à pós-produção

Formado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com especialização em fotografia e direção. Começou na área estagiando em TVs como editor, TV UFSCar e TVE até começar a trabalhar como assistente de fotografia still em São Paulo. Atua como TID (Técnico de Imagem Digital) e GMA (Gerenciador de Mídias Audiovisuais) no mercado cinematográfico desde 2012. Trabalhou em diversos  longas-metragens como  “Meu amigo Hindu” (Hector Babenco, 2015) e Anna (Heitor Dhalia, 2020) assim como séries para canais como Netflix, HBO e Globo. No mercado publicitário fez centenas de filmes para marcas como Heineken, Coca-Cola, Vivo, Toyota, entre outras.

carlos-ebert

O Olhar e a Câmera: como emocionar e envolver com o enquadramento no Cinema

08.fevereiro.2021, segunda-feira 19h

Palestrante:  Carlos Ebert, ABC

Para a televisão trabalhou em “O Povo Brasileiro”, ganhador do Grande Prêmio Cinema Brasil de TV em 2001. Em 2003 recebeu o prêmio de Melhor Fotografia no Festival de Gramado pelo curta-metragem “Carolina”, de Jeferson De. Trabalhou nos documentários “Dia da Graça” de Thiago Mendonça e Maira Buller, “Do Luto à Luta” de Evaldo Mocarzel, e “Vlado – 30 Anos Depois” de João Batista de Andrade. Em 2007, fez a direção de fotografia do filme “A Ilha do Terrível Rapaterra” de Ariane Porto e em 2008 do documentário “Um Homem de Moral de Ricardo Dias.

Carlos Ebert estudou Arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro e Cinema na Escola Superior de Cinema São Luiz, em São Paulo. É Diretor e Fotógrafo de cinema, televisão e publicidade. No final dos anos 60, participou do cinema marginal e foi câmera e diretor de fotografia de um dos filmes mais significativos do movimento, “O Bandido da Luz Vermelha” de Rogério Sganzerla. Também dirigiu “República da Traição” e fez a fotografia do “O Rei da Vela” de José Celso Martinez Corrêa e Noilton Nunes, e “Fé” de Ricardo Dias. 

hugo_gurgel

Produção com Cenários Virtuais - É preciso mesmo se reinventar?

Palestrante:  Hugo Gurgel

Terça-Feira 9 de Fevereiro às 19:00

Como a aceleração digital impacta o setor audiovisual trazendo a pós-produção para dentro dos sets de filmagem e de que forma os profissionais das equipes de direção e produção podem se preparar para esse novo formato de trabalho, cada vez mais necessário num cenário pós-pandemia.

Luiz Velho, Phd - Novas Mídias

As Tendências da Edição para Novas Mídias

10.fevereiro.2021, quarta-feira 19h

Palestrante: Luiz Velho, Phd. – IMPA

Apresenta conceitos como “cinema ao vivo” e “edição probabilística” partir de experiências realizadas por Francis Ford Coppola e também por sua equipe no IMPA

Luiz Velho é pesquisador titular do IMPA – Instituto de Nacional Matemática Pura e Aplicada e líder do Laboratório VISGRAF. Cursou bacharelado na ESDI/UERJ, mestrado no MIT Media Laboratory e doutorado em Ciência da Computação na Universidade de Toronto.
Foi professor visitante no Courant Institute of Mathematical Sciences da NYU, pesquisador convidado do National Film Board do Canadá, do HP Laboratory e da Microsoft Research Asia. Trabalhou na Fantastic Animation Machine em Nova Iorque e na Globo Computação Gráfica, onde desenvolveu sistemas gráficos. Seus interesses incluem fundamentos da computação gráfica, modelagem geométrica, visualização, animação, realidade virtual e aumentada.

jfneto1

HDR: o que muda, da Pré à Pós.

11.fevereiro.2021, quinta-feira 19h

Palestrante:  José Francisco da Silva Neto, ABC (Chiquinho)

O que é HDR e como esse padrão de imagem digital influencia a linha de produção de filmes, séries, os conhecimentos técnicos e infraestrutura envolvidos no processo e na experiência de quem produz e quem recebe os conteúdos produzidos em diversas telas.

 

José Francisco da Silva Neto, mais conhecido como Chiquinho, é Sócio-Fundador e Supervisor de Pós-Produção da DOT CINEMA, empresa que criou em 2010 para atuar na finalização de imagens para produções de cinema e televisão. É membro da SMPTE (Society of Motion Pictures and Television Engineers) e da ABC (Associação Brasileira de Cinematografia) onde participa ativamente em palestras e oficinas para disseminação da tecnologia cinematográfica. Com uma carreira profissional de 30 anos, pesquisa e implementa tecnologias e sistemas de trabalho pioneiros no mercado brasileiro como a correção de cor digital por área (1994), o Live Streaming Media (1998), Estéreo 3D e 4K (2010), acumulando conhecimento e experiência nas áreas de captação e processamento de imagens, pós-produção e exibição. Participou de projetos importantes e variados como a atualização profissional em edição não-linear do jornalismo da TV Globo SP e a criação do Portomídia de Recife, um importante polo de inovação da economia criativa reconhecido mundialmente.

lucia2020

Os Efeitos Visuais no Brasil: como alcançar excelência?

12.fevereiro.2021, sexta-feira 19h

Palestrante:  Lucia Modesto

Os desafios para os profissionais de VFx no cenário atual do audiovisual brasileiro: da formação à infra-estrutura, o trabalho remoto e presencial e como elevar e expandir o nível técnico e artístico num cenário de aumento da demanda por efeitos visuais.

Lucia Modesto é Supervisora de Produção de Efeitos Visuais na TV Globo (Rio de Janeiro, Brasil), responsável pela equipe de 3D especializada em modelagem, “rigging”, texturização, iluminação, FX, crowds e  animação 3D e 2D. Essa equipe produz cenários, personagens, ambientes, efeitos visuais e animações para os produtos de entretenimento. Foi Character TD Supervisor (Supervisora de Rigging) na DreamWorks Animation (Califórnia, EUA) onde trabalhou em 13 filmes e 3 curtas de animação.

SOBRE O LATC

 Com sede no Rio de Janeiro, o Latin American Training Center-LATC é uma empresa voltada para desenvolver e intensificar ideias, práticas e habilidades ligadas ao setor audiovisual. Sua missão é oferecer suporte aos profissionais da área, organizando programas, livros, concursos, workshops e seminários criativos sobre diferentes aspectos da indústria e fornecendo acesso às melhores técnicas, informações e orientações, contribuindo assim para a expansão e profissionalização do setor.

 Entre seus destaques, estão o Global Film & TV Program em Los Angeles, durante o American Film Market – AFM, e o LATINX – Concurso Latino-americano de Argumentos de Longa-metragem, organizados anualmente.

O LATC é afiliado ou mantém acordos com: IFTA Foundation – Independent Film & Television Alliance (Los Angeles), IFP – Independent Feature Project (Nova York), FORCINE – Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual, Creative Projects Group (Los Angeles) e EGEDA – Entidade de Gestão de Direitos dos Produtores Audiovisuais (Espanha).

Coordenação e Curadoria do conteúdo: Keila Borges
 

Paulistana radicada no Rio de Janeiro desde 2007. Mãe do Pedro Kyrá e do Lucas Nohê, tem paixão por pós-produção, tecnologia e novas formas de comunicação e linguagem. Trabalha no acompanhamento de projetos desde a fase de desenvolvimento e pré contribuindo com o ponto de vista da pós-produção. Assim, pode otimizar os processos de trabalho com planejamento e consistência, permitindo maior controle do tempo e orçamento, além de ter processos lisos, mesmo com múltiplas atividades correndo simultaneamente.

Atuou em dezenas de projetos de produtoras como a Conspiração, Hungry Man, Zola, Gullane, Ocean Films e Dot Cine. É parte do grupo fundador do Coletivo FilmaRio, do qual fez parte da diretoria e do conselho. Atualmente, contribui em vários projetos de aulas voltados para o audiovisual, organiza o Café com Pós e faz a coordena o laboratório digital da Dot Cine, no Rio de Janeiro.    

Parceiros